Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Savannah Filipa

Savannah Filipa

Agricultora

Quando eu crescer quero ser… parte 5

07.03.21, Savannah F.
Quero poder viajar, e viver nas mais diversas cidades do mundo, mas não quero perder a vontade de comer bem e saudável.  Apesar de existir legumes nos mercados, não se comparam aqueles que são cultivados por nós, as alfaces são frescas e estaladiças, os brócolos são totalmente verdes, as cenouras são doces e tenrinhas. A minha mãe diz que é difícil cultivar algo quando vivemos em viagem. mas um dia também quero ter uma hortinha, como aqui em casa, e como existia no lar onde (...)

Descobri um olhar sincero no meio de tantos olhares

Todos temos uma história: Parte 7

05.03.21, Savannah F.
Um dia alguém decidiu olhar para mim, descobri um olhar sincero no meio de tantos olhares, e esse olhar salvou-me. Lembro-me como se fosse hoje, fomos a casa de um dos novos "pretendentes" da minha mãe, não me sentia enquadrada, sentia que não pertencia ali, tentava sempre procurar dentro das dificuldades um refugio, ou uma distração, procurava sempre aquilo que podia tirar de melhor das dificuldades, e mesmo estando o mundo a desmoronar a minha volta eu procurava sempre algo bom, (...)

Medo de enfrentar o desconhecido

Todos temos uma história: Parte 6

17.02.21, Savannah F.
Os meus pesadelos estavam a terminar, para dar lugar a outros, por vezes é mais fácil aceitar a vida que temos, por medo de enfrentar o desconhecido. Como criança, ainda mais difícil é, porque menos conhecimentos do mundo temos. E por muito que eu quisesse ser “salva”, a verdade é que tinha muito medo do que poderia acontecer depois, será que a minha mãe me iria perdoar, porque na minha inocência eu pensava que alguém vinha “obriga-la” a dar-me um pouco mais de amor, e a (...)

Eu já não servia as suas necessidades

Todos temos uma história: Parte 5

11.02.21, Savannah F.
A minha família vivia de aparências, dentro de casa era um inferno, fora de casa tínhamos que fingir ser uma família perfeita. Hoje entendo que a ambição era tanta que valia tudo, e eu não era muito interessante, não era bonita, não era inteligente como o “gênio”, eu era apenas uma garotinha atrevida que não me sabia comportar, ou ter atitudes adequadas, e que tinha as emoções ao cimo da pele, palavras deles, não minhas, embora no fim já acreditasse nisso também. Por (...)

Explicadora

Quando eu crescer quero ser… parte 4

06.02.21, Savannah F.
Quando crescer quero ser explicadora, talvez não seja aquela tradicional professora com os óculos na ponta do nariz, e que nos faz repetir as mesmas contas dezenas de vezes. Quero fazer a magia que a minha explicadora consegue fazer Durante vários anos, e devido as dificuldades que enfrentei, não consegui ligar-me a esta disciplina. A par de tudo o que passava em casa, na escola ouvia os professores e os auxiliares de estudo a dizer que eu não tinha capacidade, eu queria muito (...)

Eles sabem o que uma criança precisa.

Todos temos uma história: Parte 4

03.02.21, Savannah F.
Vocês, adultos, sabem o que custa não ter ninguém com quem se sintam seguros, e ao mesmo tempo ser criança e depender de uma serie de adultos, que não são de confiança? Talvez não saibam, talvez saibam, alguns adultos sabem, a minha psicóloga. a minha Explicadora, a minha mãe do coração, e o meu pai do coração sabem, porque elas conseguiram entender-me, e ajudar-me. Eles sabem o que uma criança precisa, precisa de um adulto que a ame, e que tome conta dela. Durante um tempo (...)

Bombeira

Quando eu crescer quero ser… parte 3

29.01.21, Savannah F.
Quando eu crescer quero ser bombeira, porque sinto-me atraída por tudo o que eu sei sobre bombeiros.  Não sei quando comecei a pensar sobre isto, mas a medida que o tempo passa esta vontade não vai embora. Os pais de algumas colegas minhas são bombeiros, e fascinava-me ouvir as suas histórias, da coragem que demonstram, da garra e da perseverança. Se não me engano há todos os anos um dia para a população ir a Base Aérea nº5 de Monte Real, onde podemos ver, e ter experiências (...)

Como é possível alguém conseguir viver assim tanto tempo

Todos temos uma história: Parte 3

27.01.21, Savannah F.
Depois da morte do meu pai a minha cabeça parecia um novelo, e não consigo lembrar de muito. O que me lembro são só fragmentos, na sua maioria dignos de um filme de terror. Houve situações por que passei que por enquanto não posso partilhar, um dia quem sabe, farei um filme de suspense e terror . Passava muito tempo sozinha no quarto a chorar a morte do meu pai, não me lembro realmente de ter tido o apoio de alguém, até posso ter tido, mas “infelizmente” fui dotada com uma (...)

Psicóloga

Quando eu crescer quero ser… parte 2

23.01.21, Savannah F.
Quando eu crescer quero ser psicóloga, e poder ajudar outras crianças. A ver a vida de forma mais leve, ajuda-los a entenderem que as dores por que passamos, servem para nos proteger, para nos tornar mais fortes.   Quero que outras crianças entendam que irão haver sempre problemas, irão surgir sempre dificuldades, que vamos ainda conhecer muitas pessoas que nos vão dececionar, mas que vai ficar tudo bem, e é só uma fase.   Eu não quero dar um comprimido magico, quero ensinar (...)

Quando eu crescer quero ser Feliz

Quando eu crescer quero ser… parte 1

22.01.21, Savannah F.
Para começar quero ser feliz, poder ter a capacidade de apreciar as coisas mais simples. A minha mãe ensinou-me que isso se aprende, e que se todos os dias eu procurar algo belo, vou encontrar, e vou ser feliz. Estar feliz sempre é muito difícil, também precisamos de passar por caminhos difíceis, para depois saber apreciar o belo. Mas se estivermos disponíveis para ser feliz, seremos. Temos que ser mais tolerantes, mais compreensivos.                                 (...)